Club de Santa Fé

PAUL PERCY HARRIS,O FUNDADOR DO ROTARY INTERNATIONAL

Paul Percy Harris nasceu em 19 de abril de 1868 em Racine, Wisconsin, nos Estados Unidos, ao norte de Chicago. Foi o segundo dos 6 filhos de George N. Harris e Cornelia Bryan Harris. Por problemas financeiros, aos dois anos foi morar, juntamente com seu irmão Cecil, então com 5 anos, com seus avós paternos Howard e Pamela Harris, na cidade de Wallingford, no Estado de Vermont, nos Estados Unidos.

Foi aí que praticamente começou o direcionamento da vida de Paul Harris, como ele mesmo recorda em suas memórias "Meu Caminho para Rotary": “ Eu tive o privilégio de viver em um lar estável, onde não faltava nada e nada era excessivo; onde os ideais eram os mais elevados e a educação era o objetivo supremo.” Esta visão em direção à educação o levou às Universidades de Iowa, onde se formou advogado e obteve o título de doutor honorário na Universidade de Vermont.

Ao receber o seu diploma, Paul decidiu que passaria cinco anos conhecendo o mundo antes de se dedicar à sua nova profissão de advogado. Foi neste tempo que trabalhou como repórter de jornal, professor de economia, ator de teatro e cowboy. Fez também inúmeras viagens pelos Estados Unidos e Europa como representante de uma companhia de mármores e granitos.

Finalmente, em 1896 decidiu advogar em Chicago. O ambiente da cidade era difícil, com muita imoralidade, Incêndios fraudulentos, e falências, melhorando em 1900 com o fechamento das casas de jogos e tavernas, com a Promulgação da Lei Federal de Falências e a segregação da prostituição. Foi advogado durante 32 anos, membro do Colégio de Advogados do Estado de Illinois, do Colégio Americano de Advogados e Presidente da Comissão de Ética Profissional do Colégio de Advogados de Chicago. Em um dia no outono de 1900, Paul P. Harris se encontrou com o advogado Bob Frank para jantar em um luxuoso bairro no norte de Chicago. Eles saíram para uma caminhada parando em algumas lojas no caminho. Harris ficou impressionado com a maneira como Frank tinha feito amizades com muitos dos vendedores.

Desde que se mudara para Chicago para abrir seu escritório de advocacia, Harris não havia encontrado a mesma Camaradagem que Frank tinha com seus colegas empresários, e naquele momento começou a pensar em como encontrar esse tipo de companheirismo que o lembrava da cidade em que ele havia crescido na Nova Inglaterra. Em 23 de fevereiro de 1905 Paul Harris, juntamente com outros três homens de negócios: Silvester Schiele, comerciante de carvão, Gustavus Loehr, engenheiro de minas e Hiram Shorey, alfaiate, reuniram-se no Edifício Unity, na N orth Deaborn Street, 127, 7º andar formando o primeiro clube. O primeiro Presidente foi Silvester Schiele. O clube recebeu o nome de “Rotary” devido ao fato de que seus sócios se reuniam em rodízio nos respectivos locais de trabalho, em um sistema de rodízio. Seu quadro associativo cresceu rapidamente. Em 1907 surgiu o primeiro projeto comunitário: a instalação do primeiro sanitário público da cidade de Chicago, localizado perto da Prefeitura.

Em 1910 foi realizada a primeira Convenção, congregando se os clubes na Associação Nacional de Rotary Clubs. Paul Harris foi eleito Presidente da Associação. Nessa Convenção, por proposição de Arthur Frederik Scheldon, professor de marketing, foi adotado o lema: “mais se beneficia quem melhor serve seus companheiros”. Paul conheceu a sua futura esposa Jean Thompson em 1910 durante um passeio organizado pelo Prairie Club of Chicago, um grupo de amadores de atividades ao ar livre que ele ajudou a formar. Paul e Jean casaram-se em julho Daquele mesmo ano e dois anos mais tarde Paul construiu uma casa com vista para o campo onde eles se encontra ram pela primeira vez. A casa recebeu o nome de Comely Bank, o mesmo nome da rua onde Jean morou em sua infância, em Edimburgo, na Escócia. Paul e Jean não tiveram filhos.

Na 2ª Convenção, em Portland, Oregon, no ano de 1911, Paulo foi reeleito, dedicando-se ao desenvolvimento e expansão. Aprovou-se a proposta de Benjamin Franklin Collins, adotando-se o lema: “Servir, porém não a si próprio. Somente 40 anos depois, na Convenção de 1950, em Detroit, Michigan, EUA, foram oficialmente designados os lemas: “Mais se beneficia quem melhor serve” e “Dar de si antes de pensar em si”. O primeiro Rotary Club fora dos Estados Unidos foi fundado em 1911 em Winnipeg, Manitoba, Canadá. Nesse ano Nasceu a “The National Rotarian” publicação precursora da revista "The Rotarian".

Na Convenção de Duluth, Minnesota, em 1912, o nome foi mudado para Associação Internacional de Rotary Clubes, e encurtado em1922 para Rotary International.

Os Harris viajaram pelo mundo promovendo Rotary, sempre reconhecido como personalidade mundial, destacada, tendo recebido inúmeras condecorações. No Brasil, em 1942, recebeu do Presidente Getúlio Vargas, a “Ordem do Cruzeiro do Sul.

Paul faleceu em Comely Bank em 27 de janeiro de 1947 com 79 anos e foi enterrado no cemitério Mount Hope, nos arredores de Blue Island, perto da sepultura de seu velho amigo Silvester Schiele. Após a morte de Paul, Jean retornou à Escócia, sua terra natal, onde faleceu em 1963, com 82 anos. Em "Meu Caminho para Rotary", Paul atribui os valores nele incutidos por seus avós e vizinhos, a base que o levou à concepção de Rotary:

O Rotary nasceu do espírito de tolerância, boa fé e serviço, qualidades Características de meus familiares e companheiros de infância na Nova Inglaterra. Tenho tentado transmitir minha fé nesses valores a outros Seres humanos, com a mesma intensidade com que ela brilha dentro de mim”.


Notícias do Clube

Artigo do Diretor do RI Mário César Camargo - Brasília 2019: o Instituto Rotary da Imagem Pública (parte 2)

O Instituto começou com um formato moderno : na quinta à noite, um luau à beira da piscina, com a pipoca que faz a fama do presidente Mark, e a iluminação através dos palitos de fósforo acendidos um a um, numa cadeia humana em que Rotary conecta o mundo, lema do ano. Na sexta, 6 de setembro, a abertura contou com a presença do ministro da Saúde Luis Henrique Mandetta, filho do ex-governador Helio Mandetta, que ministrou magnífica explicação sobre o quadro atual da saúde no Brasil. E enfatizou a parceria estabelecida entre o Rotary e os programas de vacinação, pólio, sarampo, e detecção de hepatite. Em seguida falou o embaixador William Popp, dos EUA, que celebrou a estória do Rotary e os vínculos entre seu país e o Brasil, tendo sido os EUA o primeiro a reconhecer a independência do Brasil, em 1822. O programa denso foi cortado pela emoção da apresentação do balé Fernanda Bianchini, ganhador de prêmios na Alemanha, a primeira companhia de balé de cegos do mundo. Afinal, Denise havia reclamado que o programa transpirava muita razão, pouca emoção. Solicitação atendida, e olhos marejados na plateia. O chairman e o diretor ocuparam espaço para seus recados de boas vindas ao público presente. Pronunciamentos da curadora representando a Fundação Brenda Cressey sobre as últimas informações do programa da Pólio, e do presidente Mark Maloney sobre as metas da gestão, de fazer o Rotary crescer, encerraram a apresentação da manhã. À tarde, uma supresa : o filho de rotarianos Marcelo Rosenbaum, arquiteto premiado internacionalmente por projetos ecologicamente corretos, e o “papa” da embalagem no Brasil, Lincoln Seragini, falando sobre as vantagens de uma empresa socialmente responsável em termos patrimoniais. Temas que aparentemente nada tinham a ver com Rotary, mas que na realidade, reproduzem no mundo profissional nossas premissas e valores. Depois, um pouco de controvérsia . Ao mesmo tempo em que o presidente e o diretor e o chairman eram cortesmente recebidos, junto com Bill O´Dwyer, o curador Hipólito Ferreira, a curadora Brenda Cressey e o embaixador americano pelo presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, ocorria um debate no Instituto com jornalistas da TV Bandeirantes. O diretor da TV, Fernando Mitre, e o jornalista Fabio Pannunzio, fizeram um diagnóstico crítico à gestão do presidente, gerando algum desconforto. Mas o Rotary não é partidário, respeitamos as instituições, o presidente legitimamente eleito e a liberdade de imprensa. Somos uma instituição que preza a tolerância, a paz, o convívio entre contrários de forma civilizada. E essa programação evidenciou esses valores, de forma nítida. No sábado, dia da Independência, os trabalhos continuaram. Apresentações dos diretores brasileiros num programa de perguntas e respostas, com participação surpreendente da audiência, relatórios financeiros do Rotary International, a palestra sempre futurista do ex-presidente Luis Giay, premiações de distritos com maior desempenho na gestão anterior. Entre os intervalos, entrevista à TV Record, de Brasília. Mais Imagem Pública. No domingo, plantio de árvore, com 80 rotarianos presentes, com a placa da ética que caracteriza os valores do Rotary. E a missa, à qual compareceram 250 rotarianos, numa cerimônia de mais de 1200 pessoas onde o Rotary foi homenageado na Catedral de Brasília. Ufa ! Acabou ? Ainda não. Como só Brasília tem o Senado Federal, não poderíamos perder a oportunidade de falar na casa maior da democracia representativa do povo brasileiro. Por interferência dos senadores Izalci Lucas, que cedeu o espaço para o Rotary, e da senadora Leila Barros, que presidiu a sessão, o presidente Mark Maloney foi o primeiro do Rotary International a dirigir a palavra da tribuna do Senado, antecedido pelo diretor. Foi a chance que tivemos de enfatizar os valores, programas, serviços e projetos de 53 mil rotarianos do Brasil. Com isso já estávamos na segunda, dia 9 de setembro. Hora de voltar para casa. Hora de fazer o Rotary crescer. Obrigado, rotarianos de Brasília, e do distrito 4530. Agora é preparar para Salvador 2020 !            

Postado em 11 de Outubro de 2019 por

GAs em Ação - Tatiany Fontoura da Silva França – Grupo 6: Campo Mourão Gralha Azul, Campo Mourão Raio de Luz, Engenheiro Beltrão e Peabiru

Ela foi rotaractiana do Rotaract Club de Campo Mourão Universitário. Foi lá também onde Tatiany conheceu o seu esposo, Fabiano França, seu padrinho no Rotaract. Desde 2004 ela faz parte da família rotária e é apaixonada por trabalho voluntário. “Casamos em 2005, enquanto ainda éramos rotaractianos, contudo, com a chegada do (filho) Heitor em 2006, decidimos priorizar a família e os estudos e nos desligamos do clube”, relembra. Em 2014, recém aprovada na OAB e prestes a iniciar a carreira de advogada, Tatiany ouviu comentários sobre a fundação de um novo clube de Rotary em Campo Mourão. “Prontamente entrei em contato com os organizadores e comecei a participar das reuniões. Tenho orgulho em dizer que sou uma das fundadoras do Rotary Club de Campo Mourão - Raio de Luz! Fui a primeira secretária, em seguida, presidente da Comissão da Fundação Rotária, protocolo, presidente 2017-18 e hoje Governadora Assistente, membro da comissão Distrital de Imagem Pública e do CADRE”, comemora.   Segundo ela, seu envolvimento com as atividades do Rotary são um misto de paixão e gratidão. “Paixão porque sinto que o servir é uma das minhas missões. O Rotary nos dá a oportunidade de servir. Através da Fundação Rotária podemos alcançar aqueles que estão em nossa comunidade e aqueles que estão do outro lado do planeta. Gratidão porque foi através do contato com o Rotary que salvamos a vida do meu filho Heitor, ele passou por uma grave doença e com a ajuda abençoada da companheira Mirtes Urbano Leite Cardoso e do companheiro Antonio Carlos Cardoso (médicos em Campo Mourão) tivemos socorro imediato. Se não fosse o companheirismo existente dentro do Rotary, talvez meu filho não estivesse conosco hoje”, conta Tatiany. Falar de Rotary em casa faz parte da rotina da família, em breve o marido Fabiano será empossado ao Rotary Club de Campo Mourão - Gralha Azul. Os filhos Heitor, Guilherme e Otávio estão sempre com eles nas atividades do Rotary. “Quando a família toda participa, fica mais fácil conciliar as funções profissionais e pessoais. Por isso eu sempre digo, filhos pequenos não são desculpas para não nos dedicarmos ao Rotary, filhos são nossas fontes de inspiração. Como governadora assistente vejo que precisamos focar no engajamento dos associados, valorizar cada pessoa que já está no clube e fazer com que cada um se sinta parte do todo. A execução dos projetos humanitários faz este papel de engajamento, tornando os associados pessoas de ação”, defende. Quanto ao desenvolvimento do quadro associativo, a atração através dos Clubes Satélites tem sido estudada pelo Grupo 6. Nosso objetivo é fundar um Rotary Club Satélite no município de Quinta do Sol. Larissa Nakao  Comunicação Corporativa

Postado em 10 de Outubro de 2019 por

Jogos Abertos Distritais reúnem mais de 200 participantes

Realizados nos dias 5 e 6 de outubro, em Goioerê, o XV JADS - Jogos Abertos Distritais do 4630, com a participação de mais de 200 associados de 24 Interact Clubs. O anfitrião foi o Interact de Goioerê através do seu Clube padrinho, o Rotary Club de Goioerê. Também ajudaram na organização o Rotaract e a ASR de Goioerê. Os JADS tiveram o apoio da Prefeitura Municipal por meio das Secretarias Municipais de Esporte, Educação e do Colégio Premem II, onde os atletas estiveram hospedados. “Destacamos o apoio incondicional do presidente do Rotary de Goioerê, Gilson dos Santos Croscato; do Conselheiro da Juventude, o companheiro Sérgio Saran; do Chairman Distrital para o Rotaract, Cleber Hilgert e do rotariano Paulinho, da Empresa Cidadã Sintex, que estiveram presentes durante todo o evento. Não esquecendo dos demais rotarianos (as) que também colaboram. Um destaque especial ao Rotary Club Satélite de Goioerê pelo apoio”, agradece o presidente da Comissão de Serviços à Juventude, governador 2004-05 João Marin Mechia. Prestigiaram os JADS os governadores Nelson Shiokawa e Francisco Scarpari. O Prefeito Municipal de Goioerê, Pedro Coelho; o Secretário de Esportes, Valter Favoreto, a Secretária de Educação, Ângela Zabot e a Diretora do Premem II, Osmarina Brandão. A programação foi dinâmica e recheada de jogos, festividade, confraternização e a parte principal dos JADs é o REPRESETE, onde o Representante Distrital de Interact Victor Volpato e sua equipe verificam como estão as Presidências, Secretarias e Tesourarias dos Clubes.

Postado em 08 de Outubro de 2019 por

Reuniões Quartas-Feiras | 20:00
R. Ponta Grossa,675 Cep: 86770-000